Antes do encontro entre ambas as equipas, Preciado chamou “canalha” ao treinador português, que tinha dito que o Gijon tinha “oferecido” um jogo ao FC Barcelona.

A Comissão Antiviolência espanhola pediu na quinta-feira à RFEF “medidas disciplinares” contra ambos os treinadores.

O treinador do Gijon disse que, pela sua parte, a polémica “acabou quando acabou o encontro” e recordou que, no final da partida, até deu os parabéns ao Real Madrid pelo triunfo, por 1-0, e que, na altura, pediu desculpa pelo tom, mas não pelo conteúdo das suas palavras.

Preciado mostrou-se ainda feliz pelo comunicado da Direcção do Gijon, que deu o seu “total apoio” ao treinador.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.