“Fiquei satisfeito pela inteligência dos jogadores, que não permitiram grandes veleidades aos adversários e controlaram o jogo. Nesta fase, o mais importante é ganhar”, disse Quique Flores após o jogo.

O Atlético não fez um jogo espectáculo, mas foi prático e cauteloso frente ao MArbella, colocando-se à frente do marcador aos 18 minutos, com um auto-golo de Troyano. O segundo tento só apareceu aos 83 minutos por Maxi Rodriguez, numa assistência de Simão Sabrosa, que entrara aos 65 em substituição de Reyes.

No 17.º lugar da Liga espanhola, com apenas uma vitória em oito jornadas decorridas, esta vitória na segunda maior competição do país vizinho foi um bom começo para o ex-técnico do Benfica.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.