O antigo diretor do Real Madrid, Jorge Valdano, defendeu que Cristiano Ronaldo continua a ser um jogador decisivo mas o ataque dos “merengues” sobreviveria sem o craque português.

«Ronaldo é capaz de marcar em iniciativas individuais dois ou três golos. Mas também é verdade que sem Ronaldo também temos um grande Real Madrid», disse Jorge Valdano, esta sexta-feira, em declarações à imprensa espanhola.

Depois do desentendimento com José Mourinho, que levou à demissão do argentino, Valdano reconhece que as alterações táticas do treinador português estão a surgir efeito.

«Agora a equipa tem mais calma e roda mais a bola frente a defesas mais fechadas. Mas também é capaz de apresentar um futebol mais directo do que o Barcelona e consegue com três passes colocar um jogador à frente da baliza contrária. Neste momento, tem mais recursos para chegar ao golo. Também apareceu a superclasse de Kaká», analisou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.