A Liga espanhola de futebol (LFP) terá aberto uma investigação ao jogo entre Levante e Deportivo da Corunha, da 31.ª jornada, que a equipa galega venceu por 4-0, com 3-0 aos 28 minutos.
«Estão em marcha todos os mecanismos para investigar qualquer jogo suspeito», disse fonte da LFP à agência de notícias EFE, num caso que já levou o Levante a marcar para hoje uma reunião extraordinária do seu conselho de administração.
No jogo em questão, disputado a 13 de abril, o Deportivo já vencia aos 28 minutos por 3-0, com golos de Valerón (12 minutos), e dos portugueses Pizzi (20) e Nélson Oliveira (28). O também português Bruno Gama fez o 4-0 já nos descontos, aos 93.
Desde a entrada em vigor da reforma do Código Penal em Espanha, em finais de 2010, passou a estar tipificado como delito, pela primeira vez, a fraude desportiva, com sanções que preveem multas e prisão.
Responsáveis do Levante assinalaram já que a Liga não lhes comunicou nada sobre uma eventual investigação, como está a avançar a imprensa espanhola.
Barkero, futebolista do Levante, chegou a acusar alguns companheiros de equipa de não terem jogado o que se esperava, mas o próprio jogador pediu quarta-feira, em conferência de imprensa, desculpa pelas suas palavras.
O Levante é 13.º classificado na Liga espanhola, com 40 pontos, enquanto o Deportivo é 17.º, um lugar acima da zona de descida, com 31 pontos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.