O treinador do Valência, Marcelino García Toral, vai falhar hoje o regresso da equipa ao trabalho, por ainda se encontrar a recuperar do acidente de viação sofrido sábado, quando viajava para as Astúrias, comunicou o clube espanhol de futebol.

O clube, que não adianta quando é que o técnico se juntará ao trabalho do plantel, informou que Marcelino “continuará nos próximos dias em repouso, por indicação médica, para recuperar completamente do seu desconforto físico”.

Embora tenha sido adiantado como provável o regresso a Valência para liderar o treino de hoje à tarde, pelas 18:30 locais (17:30 em Lisboa), na quinta-feira o clube já tinha adiantado a possibilidade de que Marcelino García Toral não o poderia fazer.

O acidente ocorreu por volta da meia-noite de sábado, quando o veículo de Marcelino Garcia Toral colidiu com um javali na estrada perto de Logroño, forçando-o a uma breve passagem pelo hospital.

No dia seguinte, pouco depois de receber alta hospitalar, Marcelino Garcia Toral, de 52 anos, agradeceu publicamente o tratamento recebido pelos bombeiros e pela equipe médica que o assistiu.

O Valência, dos portugueses Gonçalo Guedes e Rúben Vezo, depois da sessão de hoje, que assinala o regresso ao trabalho após as miniférias do Natal, tem agendado para sábado a realização de dois treinos, de manhã e à tarde, e mais duas sessões no domingo (manhã) e segunda-feira (tarde).

O primeiro encontro do Valência em 2018 acontece a 03 de janeiro, em Las Palmas, para os oitavos de final da Taça do Rei.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.