O Valência venceu hoje o Levante em casa por 4-2, na primeira jornada da Liga espanhola de futebol, resultado que lhe permite assumir, provisoriamente, o primeiro posto da classificação, graças ao número de golos marcados.

O encontro começou com um golo do Levante, que jogava na condição de visitante, logo no primeiro minuto, graças a uma jogada individual do capitão José Morales.

Mas o Valência respondeu aos 12 minutos, com o defesa brasileiro Gabriel a marcar de cabeça para a formação na qual atuam Gonçalo Guedes, que foi titular (substituído aos 71 minutos), e Thierry Correia, que não saiu do banco de suplentes.

Morales ‘bisou' aos 36, com mais um bom trabalho, voltando a colocar o Levante em vantagem, já depois de um golo de Gonzalo Melero, médio da formação forasteira, ter sido anulado por mão na bola aos 20 minutos.

Ainda antes do intervalo, o avançado uruguaio Maximiliano Gómez restabeleceu a igualdade no marcador (2-2), concluindo com sucesso uma rápida jogada do Valência.

Depois, já na segunda metade da partida, aos 75, Manu Vallejo colocou pela primeira vez a formação da casa na liderança do ‘placar' e, o mesmo jogador, voltou a marcar já em tempo de compensação (90+4), confirmando a vitória do Valência.

Do lado do Levante, os portugueses Rúben Vezo e Hernâni, apesar de estarem entre os suplentes, não chegaram a ser chamados a intervir no jogo pelo treinador Paco Lopez.

Por seu turno, o Bétis venceu em casa do Alavés, graças a um golo solitário de Cristian Tello, antigo jogador do FC Porto, aos 90+4. Tello tinha entrado para o lugar do internacional português William Carvalho aos 82 minutos.

Os outros dois jogos do dia em Espanha, entre Valladolid e Real Sociedad, e Villarreal e Huesca, terminaram ambos empatados a um golo.

Em Valladolid, Michel adiantou a turma da casa aos 39 minutos, mas, aos 60, Roberto Lopez empatou a partida através da marcação de um livre direto de muito longe da baliza de Jordi Masip, que teve culpas no golo sofrido.

Já o Villarreal, a atuar em casa frente ao Huesca, ficou em desvantagem aos 42 minutos, quando o defesa Pablo Maffeo adiantou os visitantes, mas conseguiu reagir e, aos 68, igualou o marcador graças a um penálti convertido com sucesso por Gerard Moreno, com o jogo a terminar com a divisão de pontos.

O português Luisinho foi lançado na partida aos 89, precisamente para o lugar do autor do golo do Huesca, Pablo Maffeo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.