O dirigente do Real Madrid, Jorge Valdano afirmou esta quarta-feira que a saída de Alonso para o Bayern de Munique foi um duro golpe para Carlo Ancelotti. Para o antigo jogador do clube madrileno, Xabi Alonso era um “pastor” no meio campo do Real Madrid e que gostaria de ter visto o internacional espanhol ao lado de Tony Kroos.

“Xabi Alonso era um jogador essencial no Real Madrid, pelo seu posicionamento e capacidade de sacrifício. É muito inteligente e dava a sensação de que manobrava a equipa como um pastor faz com o rebanho. "Acredito que [Alonso e Kroos] poderiam jogar juntos, pois complementam-se”, afirmou Valdano à rádio espanhola Cadena Ser.

Sobre a saída de Di Maria para o Manchester United, o dirigente do ‘mengues’ não teceu considerações a não ser que Alonso e Di Maria pensavam na equipa.

“Alonso e Di Maria representavam consistência, pensavam no coletivo , um pela inteligência e o outro pela intensidade”, rematou.

Xabi Alonso deixou o Real Madrid após seis anos com o clube espanhol para assinar pelo Bayern de Munique. O internacional espanhol era um dos jogadores mais acarinhados pelos adeptos ‘merengues’.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.