Pep Guardiola não perdeu tempo a responder a Yaya Touré, que o criticou por ter sido o principal responsável pela sua saída do Barcelona.

«Não há muito a dizer sobre esse assunto. Falo com todos e as portas do meu gabinete e da minha casa estão sempre abertas para os jogadores», afirmou o treinador catalão à imprensa espanhola.

De acordo com Guardiola, foi o interesse e os milhões do Manchester City que ditaram a saída do médio marfinense no ano passado.

«A verdade é que ele pediu a Laporta [presidente do Barcelona] para sair. Até o tentámos convencer a ficar. Quando o encontrar tentarei esclarecer tudo», concluiu.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.