Os franceses do Rennes contestam o adiamento do jogo da Liga Conferência Europa frente aos ingleses do Tottenham, que tem vários casos positivos ao novo coronavírus, e falam em “decisão unilateral e que não foi confirmada pela UEFA”.

“Numa videoconferência entre representantes da UEFA, Tottenham e Rennes, os ‘spurs’ anunciaram a sua intenção de não participar no jogo da Liga Conferência Europa. Decisão unilateral que não foi confirmada pela UEFA de forma alguma”, refere em comunicado.

O clube francês salienta que, como o jogo não foi “oficialmente cancelado pela UEFA”, a equipa manteve a decisão de jogar, criticando o comportamento dos ingleses com a situação.

Nos ingleses, pelo menos oito jogadores e cinco elementos do clube testaram positivo para o novo coronavírus, confirmou o treinador Antonio Conte, com o clube a anunciar que o jogo de hoje não será disputado.

“Podemos confirmar que o jogo não vai decorrer na quinta-feira, depois de vários casos positivos à covid-19 no clube. Estamos a conversar com a UEFA e vamos fornecer mais informação no devido tempo”, refere o Tottenham em comunicado.

O treinador Antonio Conte afirmou que “toda a gente está um pouco assustada”, pois não sabe se está infetado ou pode vir a estar, e há casos de elementos “que testaram negativo e, depois, positivo” e “nunca se sabe quem é o próximo”.

O Tottenham está em segundo lugar do Grupo G da Liga Conferência Europa - a competição do terceiro escalão da UEFA – empatado com os holandeses do Vitesse, ambos com sete pontos. O Rennes lidera com 11 pontos e já garantiu o triunfo no grupo.

O segundo classificado de cada grupo apura-se para um ‘play-off’ a realizar com uma das equipas que sairá da Liga Europa.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.