Thibaut Courtois, guarda-redes da Bélgica, esteve na flash interview após a derrota com a Itália, no jogo de atribuição do terceiro e quarto lugar da Liga das Nações, e teceu duras críticas ao organismo responsável pela prova.

"Este jogo é dinheiro extra para a UEFA, temos de ser honestos. Vejam quantas alterações foram feitas nos ‘onzes’ de ambas as equipas. Se estas seleções estivessem na final teriam sido outros a jogar. Isto demonstra que fazemos demasiados jogos", começou por dizer o guarda-redes de 29 anos à Sky.

"A UEFA criou mais uma competição, a Liga Conferência. É mais do mesmo. Podem ficar incomodados quando outras equipas querem uma Superliga, mas para os jogadores é indiferente. Eles (UEFA) só pensam no dinheiro", acrescentou o guarda-redes do Real Madrid, que também se atirou à FIFA.

"É mau que não se fale dos jogadores. E agora querem fazer um Europeu e um Mundial todos os anos. Vamos descansar quanto? Nunca! Não somos robôs. São mais e mais jogos e menos descanso para os jogadores e ninguém quer saber. No próximo ano temos o Mundial em novembro e vamos terminar a época em junho outra vez. Vai haver lesões. Três semanas de férias não são suficientes para os jogadores que estão 12 meses em competição ao mais alto nível", desabafou, antes de rematar: "Se ficarmos calados será sempre a mesma coisa.", explicou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.