Raheem Sterling foi obrigado pela Federação Inglesa a fazer um teste para a COVID-19, depois de ter estado na festa de aniversário de Usain Bolt. O internacional inglês testou negativo para o novo coronavírus, pelo que pode ser convocado por Gareth Southgate, selecionador de Inglaterra.

Gareth Southgate divulgará esta terça-feira os convocados de Inglaterra para os próximos compromissos da Seleção. Todos os jogadores terão de ter três testes negativos para poderem jogar.

Usain Bolt, melhor velocista da história do atletismo, deu uma festa na Jamaica que contou com vários famosos, entre eles o inglês Raheem Sterling, cujos pais são da Jamaica.

Na segunda-feira, órgãos de comunicação social da Jamaica deram conta do teste positivo, que se seguira a uma festa de aniversário de Bolt, numa fase em que a Jamaica registou, no domingo, 116 novos casos, o maior de sempre na ilha.

Segundo o atleta retirado de 34 anos, o teste foi realizado no sábado e tem tentado "ser responsável", razão pela qual tem estado "dentro de casa", explicou num vídeo que o próprio publicou nas redes sociais. "Só para ter a certeza, vou fazer a quarentena e relaxar", completou.

Na Jamaica, país de 2,9 milhões de pessoas, o total de casos positivos é de 1.413 e o de mortos 16.

Em abril, Bolt foi irónico com a pandemia e publicou nas redes sociais uma foto sua, a ganhar muito destacado a final olímpica de 100 metros de 2008, com a legenda 'Social distancing' (distanciamento social).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.