Declarações dos jogadores do Benfica à 'flash interview' da 'Eleven Sports' após o jogo Benfica-Dínamo Kiev (2-0), da sexta e última jornada do Grupo E da Liga dos Campeões de futebol, realizado esta quarta-fera no Estádio da Luz, em Lisboa:

João Mário (jogador do Benfica e eleito o melhor em campo): "Sabíamos da dificuldade que era passar este grupo. É incrível o que fizemos. Queríamos reagir depois da derrota de sexta-feira. Fizemos um bom jogo na primeira parte, alguma ansiedade na segunda, porque sabíamos o resultado do outro jogo.

O mais importante hoje era ganhar. Queríamos jogar bem, mas queríamos ganhar."

Roman Yaremchuk (jogador do Benfica e autor de um golo): "É um bom sentimento marcar um golo, especialmente na Liga dos Campeões, mas o mais importante hoje é o resultado e passar à próxima fase.

Desejo boa sorte ao Dínamo Kiev, mas hoje o mais importante foi mesmo ganhar e seguir em frente.

Só pensávamos no nosso jogo e no nosso resultado. Obrigado aos nossos adeptos pelo grande ambiente no estádio."

Gilberto (jogador do Benfica e autor de um golo): "Os jogos de Liga dos Campeões são sempre jogos de muitos duelos físicos. As equipas entram sempre determinadas a vencer. É o sonho de todo o jogador. Fui privilegiado por ter feito um golo e estou muito feliz.

[No festejo do golo] Foi para mostrar que estamos todos juntos. Vim abraçar os meus companheiros que estavam no banco e pedi o apoio dos nossos adeptos, pois sei que eles nos cobram bastante. Só assim podemos mostrar que podemos ter a confiança deles.

Eu vim lá de baixo. Chegar aqui na Europa, fazer um golo na Liga dos Campeões pelo Benfica, no Estádio da Luz, é um sonho. Não tenho ainda palavras, tenho de digerir tudo isto."

André Almeida (jogador do Benfica e ‘capitão’): "Estamos orgulhosos do que fizemos. Foi a melhor reação que podíamos ter ao último jogo. Era um grupo muito difícil e o Benfica deu uma reposta cabal do que é este clube e o sentimento que temos nesta Liga dos Campeões. Acreditámos sempre que podíamos fazer algo diferente e chegar aos oitavos de final.

Hoje entrámos muito bem na primeira parte e conseguimos a vantagem de 2-0. Na segunda, não tivemos tanto discernimento e não estivemos tão ligados, mas o mais importante é a passagem e estamos de parabéns.

Estávamos muito focados no que tínhamos de fazer. Durante a partida, fomos tendo o ‘feedback’ [do resultado do outro jogo do grupo] e a ansiedade foi subindo. Estamos todos muito felizes.

Fizemos o nosso trabalho muito bem feito. Fizemos quatro pontos contra o FC Barcelona e quatro contra o Dínamo Kiev. Claramente fomos a segunda melhor equipa deste grupo.

Tenho vindo a crescer, mas nem sempre tem sido fácil. Após a lesão, tenho tido altos e baixos, mas tenho sempre de continuar a trabalhar e que seja sempre em crescendo."

O Benfica garantiu esta quarta-feira o apuramento para os oitavos de final da Liga dos campeões em futebol, depois de vencer o Dínamo Kiev, por 2-0, na sexta jornada do grupo E, beneficiando de uma ‘ajuda’ do Bayern Munique.

No estádio da Luz, os ‘encarnados’ fizeram a sua parte e triunfaram, com golos do ucraniano Roman Yaremchuk, aos 16 minutos, e do brasileiro Gilberto, aos 22. No outro jogo do grupo, os alemães do Bayern Munique venceram o FC Barcelona, por 3-0, o que permitiu à equipa portuguesa ultrapassar os catalães.

Com estes resultados, o Bayern Munique, que venceu todos os jogos, termina em primeiro, com 18 pontos, com o Benfica em segundo com oito, o FC Barcelona, que segue para a Liga Europa, em terceiro com sete, e os ucranianos do Dínamo Kiev em quarto com um.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.