Luisão fez o único golo do Benfica na partida frente ao Schalke04 aos 87 minutos, mas foi o Lyon que manteve o clube encarnado na Europa, ao empatar 2-2 na recepção ao Hapoel.

Nesta noite no estádio da Luz viu-se, provavelmente, o pior Benfica da temporada. Sem gás, sem chama e numa total resignação a um Schalke 04 que cumpriu os serviços mínimos e mesmo assim saiu de Lisboa com um resultado de 2-1 e com o primeiro lugar do Grupo B.

O primeiro golo dos alemães surgiu aos 19 minutos, numa jogada iniciada por Raúl e finalizada pelo compatriota Jurado, um dos melhores em campo. A fechar o encontro, Höwedes fez o 2-0. Canto para entrada da área e o jogador alemão a bater Roberto.

Se a primeira parte do Benfica foi fraca, na segunda apenas nos 20 minutos finais houve oportunidades para empatar. Decorria o minuto 63 quando Saviola mostrou “rasgos” de categoria, com uma grande abertura para Coentrão, que devolveu, mas o camisola 30 acabou por atirar por cima. Pouco depois, potente remate de Cardozo para grande defesa de Neuer.

Antes mesmo do segundo golo alemão, Gaitan levou a bola desde o meio-campo encarnado, abriu para Carlos Martins, que deu a Aimar para o remate do argentino que rasou a baliza do Schalke.

No final, a equipa foi brindada com assobios pelos poucos adeptos que se deslocaram ao estádio. Em muitas alturas, foi a claque alemã quem mais barulho fez num recinto conhecido por "Inferno".

No dia 17 de Dezembro, o Benfica conhece a sua sorte na Liga Europa.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.