O Braga “começou morto e acabou morto” o jogo hoje contra o Arsenal, descreveu no final da derrota, por 6-0, em jogo do Grupo H da Liga dos Campeões em futebol, o presidente da equipa minhota, António Salvador.

“Nunca vi um morto ressuscitar. Hoje o Braga começou morto e acabou morto”, lamentou António Salvador, após a estreia do Sporting de Braga na Liga dos Campeões.

“Há que levantar a cabeça e jogar com o coração”, desafiou, esperando que os jogadores possam “dar uma resposta em campo” no domingo, frente ao Paços de Ferreira, em jogo da quinta jornada da Liga.

Por seu lado, Mossoró, que hoje voltou a jogar após vários meses lesionado, admitiu que o que se passou “hoje não tem explicação”. “É preciso tranquilidade e não podemos baixar a cabeça”, afirmou.

“Não entrámos bem e não fomos felizes. Agora é preciso esquecer e pensar no próximo adversário que é mais importante”, reconheceu Matheus.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.