O treinador do Fenerbahçe disse hoje que a sua equipa tem de estar num “nível máximo” para vencer o “conjunto forte” do Benfica, no jogo da primeira mão da terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões em futebol.

O novo técnico dos vice-campeões da Turquia falava em conferência de imprensa no Estádio da Luz, deixando palavras elogiosas à formação de Rui Vitória, sem deixar de vincar que o objetivo do Fenerbahçe é claro: apuramento para o ‘play-off’ de acesso à fase da grupos da competição.

“Estamos felizes por estar aqui. O Benfica é um adversário com grande qualidade, um grande clube e temos muito respeito. Mas confiamos em nós, estivemos muito bem na pré-temporada. Vamos lutar, conseguir um bom resultado, levar o jogo para a nossa casa e tentar qualificar-nos”, começou por declarar o treinador holandês, de 47 anos.

Abordando a fase em questão, Cocu assegurou que os seus jogadores estão prontos para superar o Benfica, falando então no tal “nível máximo” necessário.

“Estamos preparados. Temos jogado bastante jogos, mas ainda precisamos de alguns jogos para melhorar a filosofia. Estou contente com o trabalho do grupo e como temos jogado, com objetivo. Na Liga dos Campeões não há equipas pequenas nem fáceis, temos de jogar num nível máximo para passarmos ao ‘play-off’. Temos uma equipa forte e vamos lutar até final para passar”, garantiu.

Contudo, quando questionado pela estratégia a adotar em pleno Estádio da Luz, o antigo jogador de PSV Eindhoven e Barcelona esclareceu que “não vai pensar só em defender bem”, prometendo “iniciativa e criatividade” para 'alvejar' as redes ‘encarnadas’.

Falando nas individualidades dos jogadores do Benfica, Cocu, tal como Rui Vitória havia elogiado o Fenerbahçe na antevisão, retribuiu. “Conjunto forte” é como define as ‘águias’.

“Tem jogadores criativos, com bom ‘driblings’, passam bem e são bons na transição. São um conjunto forte, é a palavra para esta equipa”, caracterizou.

O médio brasileiro Giuliano perspetivou igualmente um jogo complicado, falou da ausência certa do encontro do compatriota Jonas e ainda na intenção de sair de Lisboa em boa posição para decidir a eliminatória na Turquia.

“Temos um adversário muito difícil amanhã [terça-feira]. Estão habituados a jogar este tipo de competição, mas preparamo-nos nos bem, estamos a evoluir e temos um novo treinador com uma nova filosofia que esperamos colocar em prática. O jogo de amanhã [terça-feira] não vai definir o apuramento, mas o resultado pode condicionar o jogo da segunda mão”, comentou.

Na altura de definir o Benfica, Giuliano não esqueceu Jonas, admitindo que o avançado irá deixar os ‘encarnados’ “um bocado mais fracos” .

“Atacam muito e defendem bem. Em casa vão pressionar e tentar liquidar-nos neste primeiro jogo. Mas nós também sabemos ter uma postura de equipa grande e queremos mostrar o nosso potencial”, conclui.

Na terça-feira, o Benfica recebe a equipa turca no Estádio da Luz, pelas 20:00, na primeira mão da terceira pré-eliminatória da ‘Champions’, com o segundo desafio a realizar-se no próximo dia 14, pelas 19:00, em Istambul.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.