José Mourinho ficou satisfeito com o empate alcançado pelo Chelsea frente ao PSG, em jogo da primeira-mão dos oitavos-de-final da Champions. A partida disputada em Paris terminou empatada a uma bola, resultado que deixa os londrinos em vantagem para seguir em frente.

Na conferência de imprensa após o jogo, José Mourinho desvalorizou a atuação do guarda-redes Thibaut Courtois, autor de grandes defesas.

"Se o futebol fosse nove jogadores de campo e dois guarda-redes não dávamos hipóteses. Seríamos fenomenais", disse o técnico dos londrinos, que não teve problemas em assumir que o PSG foi melhor.

"Temos de ser sinceros e dizer que eles tiveram mais ocasiões do que nós. Estiveram mais perto de ganhar o jogo. Penso que a primeira parte foi nossa. O PSG deu-nos a bola e nunca nos pressionou. A segunda parte foi diferente. Está tudo em aberto. Eles têm uma equipa fantástica e nós estivemos bem", disse o treinador português, que não deixou de falar da arbitragem do turco Cunait Çakir. Mourinho considera que houve nove faltas não marcadas sobre Hazard.

"Se ele fosse outro jogador, atirava-se, rebolava no chão e gritava", notou o treinador do Chelsea. Mourinho ainda deixou elogios a Ivanovic, o homem dos golos decisivos.

"Parece que escolhe o momento. Foi a vitória contra o Liverpool, a final da Liga Europa, agora aqui...", notou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.