O treinador do Sporting de Braga reconhece que o favoritismo está do lado do Arsenal no jogo de quarta-feira para a Liga dos Campeões, mas desafiou os jogadores a fazer história.

“Um jogo destes pode ficar para a história, depende daquilo que nós fizermos amanhã”, afirmou Domingos Paciência, na conferência de imprensa de antevisão do jogo a contar para a primeira jornada do Grupo H, que marcará a estreia absoluta dos “arsenalistas” na prova.

Todavia, mostrou-se confiante em que os minhotos possam voltar a surpreender, tal como fizeram ao eliminar o Sevilha na fase anterior e voltar a receber elogios.

“Sabemos perfeitamente a distância entre o Arsenal de Londres e o Arsenal de Braga e quanto mais conseguirmos encurtar essa distância no jogo melhor será para nós”, vincou.

Domingos quer “fazer um jogo de forma a que o Braga consiga ter momentos para marcar” e procurar a vitória, mas o empate também não seria um mau resultado.

“Se chegarmos ao final do jogo e tivermos cinco ou seis situações para ganhar e para marcar e não as conseguirmos, damos esse resultado [empate] como negativo ou menos bom”, sublinhou.

“O jogo logo dirá o que vai ser amanhã um bom resultado”, acrescentou o técnico, que elogiou a qualidade e a forma de jogar dos londrinos.

“Hoje poderia dizer que sim, que era um bom empatar aqui contra uma grande equipa mas logo veremos o que vai dar o jogo amanhã”, sustentou.

Também Alan tem fé num bom desempenho do Braga no Estádio Emirates, num jogo que espera que seja “muito intenso” e para o qual “todos os jogadores estão concentrados”.

“Eu acho que podemos até sair daqui com pontos”, afirmou o médio brasileiro, acrescentando: “Interessa sempre vencer mas se calhar um empate não é um mau resultado”.

Ao contrário do Arsenal, com vários dos seus principais jogadores ausentes por lesão, Domingos Paciência apenas tem indisponíveis, por castigo, o defesa Elderson e o médio Salino.

O treinador recusou avançar quem irá fazer dupla com Vandinho no meio campo, Hugo Viana ou Andrés Madrid, mas garantiu que o esquema de jogo será o mesmo.

“Teremos outro jogador ao lado do Vandinho com outras características mas não fugirá muito daquilo que tem sido o Braga porque não é de um dia para o outro que se mudam os princípios nem a forma de jogar”, avisou.

“Vamos procurar manter os nossos princípios e fazer com que o jogo tenha momentos do Braga em que consiga fazer a diferença”, rematou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.