O Apoel apresentou-se no Estádio do Dragão, na terceira jornada, com a mesma forma de jogar: bem fechado na defesa e com saídas rápidas no contra-ataque.

Aos 21 minutos e depois de um cruzamento na esquerda, gerou-se um confusão na área portista e Charamlabides, a meias com Álvaro Pereira, conseguiu inaugurar o marcador no Dragão.

Mas o empate não tardou e dez minutos depois, Hulk fez o primeiro golo a favor dos portista revelando grande frieza diante de Chiotis, após excelente trabalho e assistência de Falcao.

A equipa azul e branca demonstrou paciência durante toda a primeira parte, tal como tinha alertado o seu treinador Jesualdo Ferreira e não abrandou o ritmo de jogo com Mariano e Raul Meireles a fornecer o combustível necessário para o FC Porto.

Um resultado injusto por tudo o que a dupla Falcao/Hulk tem feito feito no ataque portista.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.