São vários os candidatos ao 'trono' do Real Madrid na edição 2022/23 da Liga dos Campeões de futebol, a mais importante prova de clubes na Europa, que arranca esta terça-feira.

A equipa espanhola, que na final da época passada bateu os ingleses do Liverpool por 1-0, com um golo do brasileiro Vinícius Júnior, são os detentores do troféu e recordistas de conquistas, somando já 14 cetros.

A equipa liderada pelo técnico italiano Carlo Ancelotti perdeu o médio brasileiro Casemiro, para o Manchester United, e viu o lateral Marcelo deixar o clube, mas continua a contar com o francês Karim Benzema, melhor marcador da prova na última época com 15 golos, e reforçou-se com o médio Aurélien Tchouaméni (ex-Mónaco) e o defesa Antonio Rudiger (ex-Chelsea), sendo um crónico candidato a vencer a prova.

Esta competição é o sonho de muitos clubes, em especial dos poderosos Manchester City e Paris Saint-Germain, que apesar de plantéis milionários, com alguns dos melhores jogadores do mundo, nunca a conseguiram vencer.

Os ingleses do City, liderados por Pep Guardiola e que contam com os portugueses João Cancelo, Rúben Dias e Bernardo Silva, reforçaram a ambiçam para este sonho, com a contratação do avançado norueguês Erling Haaland (ex-Borussia Dortmund), além de Kalvin Phillips (ex-Leeds) ou Akanji (ex-Borussia Dortmund).

O Manchester City, bicampeão inglês, nunca conseguiu mais do que chegar à final da ‘Champions’, tendo sido derrotado no encontro decisivo de 2020/21, no Porto, pelo Chelsea.

No ano anterior, em Lisboa, foi o Paris Saint-Germain a ter ficado perto, então perdendo com o Bayern Munique. Agora, sob orientação de Christophe Galtier, a formação parisiense tenta consumar esse sonho.

No plantel, além dos portugueses Nuno Mendes, Danilo, Vitinha e Renato Sanches, os parisienses contam com um tridente temível no ataque, composto por Mbappé, Neymar e Lionel Messi.

Outro crónico candidato é o Bayern Munique, que já venceu a prova por seis vezes, e mesmo sem o goleador polaco Robert Lewandowski, transferido para o FC Barcelona.

A equipa de Julian Nagelsmann, que venceu as 10 últimas edições do campeonato alemão, reforçou-se para a nova época, com destaque para as contratações de Sadio Mané (ex-Liverpool), Matthijs de Ligt (ex-Juventus) ou Ryan Gravenberch (ex-Ajax).

Agora com Lewandowski, e depois de uma época em que não superou a fase de grupos, o FC Barcelona procura voltar ao topo do futebol europeu, depois de já ter vencido a mais importante europeia por cinco vezes.

A equipa catalã, liderada por Xavi, tem vindo a debater-se com problemas financeiros, mas ainda assim efetuou várias contratações. Além de Lewandowski, assegurou Raphinha (ex-Leeds que já alinhou em Portugal), Marcos Alonso, Andreas Christensen (ambos ex-Chelsea) e Jules Koundé (ex-Sevilha).

Outra das equipas que não pode ser esquecida na lista de candidatos é o Liverpool, de Jurgen Kloop, finalista vencido na última época e que conta com os portugueses Diogo Jota e Fábio Carvalho no plantel.

Os ‘reds’, que já conquistaram a ‘Champions’ por seis vezes, perderam Mané, mas contrataram Darwin ao Benfica e continuam com vários ‘consagrados’, liderados pelo egípcio Salah.

O poderio da Liga inglesa é conhecido, e comprovado pelo mercado de transferências, e o Chelsea é outra das equipas que ambiciona voltar a vencer a competição, que já conquistou por duas vezes.

Os londrinos ‘perderam’ vários jogadores, mas investiram quase 300 milhões de euros no mercado para contratar Wesley Fofana (ex-Leicester), Marc Cucurella (ex-Brighton), Raheem Sterling (ex-Manchester City), Kalidou Koulibaly (ex-Nápoles) ou Pierre-Emerick Aubameyang (ex-FC Barcelona).

Quem procura relançar-se na alta-roda europeia são os italianos do AC Milan, o segundo clube com mais troféus a seguir ao Real Madrid, somando sete, e que tenta voltar à ribalta, depois de, na época passada, ter sido o último classificado no grupo do FC Porto, tendo como referência Rafael Leão, o melhor jogador da Serie A.

A final Liga dos Campeões 2022/23 está agendada para o dia 10 de junho, no Estádio Olímpico Atatürk, em Istambul.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.