A equipa portista empatou, esta quarta-feira, a um golo com o APOEL no Estádio do Dragão, em jogo da terceira jornada do Grupo G da Liga dos Campeões. Hulk abriu o marcador aos 13 minutos mas Aílton fez o empate seis minutos depois.

O FC Porto entrou para este encontro com a derrota por 3-1 na Rússia, contra o Zenit de São Petersburgo no mês passado, na memória e com a necessidade de angariar mais três pontos para ficar mais folgado nas contas do Grupo G.

A verdade é que na primeira parte a formação orientada por Vítor Pereira demonstrou muitas debilidades, principalmente no setor defensivo e no meio-campo, com notas negativas para Otamendi, Rolando e Guarín.

Mesmo assim, os Dragões foram os primeiros a chegar ao golo no Estádio do Dragão, por intermédio de Hulk. Aos 13 minutos, o avançado brasileiro converteu com sucesso um livre direto, contando com a ajuda do guarda-redes cipriota, que não ficou muito bem na fotografia.

A alegria portista foi de pouca duração pois os cipriotas aproveitaram a tal debilidade portista para marcar. Fernando concedeu muito espaço ao APOEL e o brasileiro Aílton rematou rasteiro, fora da área, e a bola só parou ao tocar nas redes da baliza do capitão Helton.

Até ao intervalo, os cerca de 35 mil adeptos no estádio não viram mais golos mas fartaram-se de assobiar perante a falta de concentração dos jogadores azuis e brancos.

Na segunda parte, o FC Porto continuou o “ata e desata”, com a sucessiva perda de bolas e falta de atenção, que se viu na primeira parte, e nem as substituições (James por Varela e Fernando por Belluschi) deram sinais de melhoria no jogo dos azuis e brancos.

Nos últimos minutos de jogo, já em desespero, os jogadores do FC Porto "cheiraram" o segundo golo mas a defesa do APOEL estava em "estado de alerta". Valeu ainda uma grande defesa de Helton em cima do minuto 90, valendo a conquista de pelo menos um ponto.

Findadas três das seis jornadas da fase de grupos, o FC Porto soma quatro pontos e o adversário desta noite, o APOEL, tem cinco, continuando líder do Grupo G. O Shakhtar (dois pontos) e o Zenit (quatro) empataram, também esta noite, a dois golos, mantendo todos os mesmos lugares.

Na próxima jornada da Liga dos Campeões, a 1 de Novembro, os Dragões terão de enfrentar os cipriotas em Nicósia, sendo um dos jogos decisivos para a equipa de Vítor Pereira e companhia.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.