Jorge Jesus está fora da Liga dos Campeões. O Fenerbahçe, do técnico português, perdeu esta quarta-feira em casa com o Dinamo Kiev por 2-1, após prolongamento,  na segunda pré-eliminatória da prova, depois do 0-0 na 1.ª mão.

O Fenerbahçe cai para a Liga Europa, enquanto o Dinamo Kiev vai defrontar os austríacos do Sturm Graz na terceira pré-eliminatória do Caminho da Ligas da ‘Champions’.

Em Istambul, tudo correu mal a Jorge Jesus: o Fenerbahçe falhou muitos golos, viu um jogador ser expulso aos 53 e ainda falhou uma grande penalidade.

O 0-0 da primeira-mão, disputada na cidade polaca de Lodz devido à guerra da Ucrânia, dava alguma vantagem aos turcos, que iam jogar em casa perante os seus adeptos.

No Şükrü Saracoğlu, os turcos dominaram a partida, perante um Dinamo Kiev mais expectante. Aos dois minutos, Diego Rossi esteve perto do golo mas o seu remate, cruzado, saiu a rasar o poste direito da baliza de Georgiy Bushchan.

Aos nove minutos aconteceu o caso do jogo: Illia Zabarnyi facilitou contra Enner Valencia, perdeu a bola para o equatoriano que serviu Joshua King na pequena área para encostar para golo. O árbitro italiano Massimiliano Irrati considerou falta sobre o jogador ucraniano e anulou o golo. Uma má decisão já que não existe nada de irregular na jogada.

O Fenerbahçe dominava, criava oportunidades, mas falhava na concretização. Aos 20 minutos Irfan Kahveci, de livre direto, atirou com conta peso e medida mas a bola foi devolvida pelo poste. Dois minutos depois é Bushchan a tirar a bola em cima da linha, após remate quase sem ângulo de Ener Valencia.

A primeira grande resposta do Dinamo Kiev só surgiu aos 31 minutos. Viktor Tsygankov foi isolado, adiantou a bola e permitiu a defesa de Altay Bayindir, o guarda-redes do emblema turco.

Quase tudo correu mal ao Fenerbahçe na 2.ª parte

O intervalo chegava com tudo empatado e, no segundo tempo, o Fenerbahçe voltou a entrar melhor, criando duas boas oportunidades de golo, novamente desperdiçadas. Primeiro por Ener Valaneica aos 46 minutos, a rematar em arco com a bola a passar muito perto da baliza de Georgiy Bushchan. Depois pelo sueco Joshua King, aos 47 minutos, com a bola a ficar na malha lateral da baliza ucraniana.

Aos 53 minutos chegou a primeira grande contrariedade para Jesus. Ismail Yuksek travou um contra-ataque, viu o segundo amarelo e foi expulso.

Se estava mau com menos um, pior ficou aos 57 minutos, na primeira situação de perigo do Dinamo Kiev a jogar com mais um. Trabalho fantástico de Tomasz Kedziora na direita sobre William Arão, a centrar para o desvio de Vitaliy Buaylskyy para o fundo das redes.

A perder e com menos, Jorge Jesus tentou ajustar a sua equipa, e, aos 69, teve uma grande oportunidade para empatar. Denys Popov travou Enner Valencia em falta na área num lance onde o equatoriano ganhou um ressalto e preparava-se para marcar. Valencia assumiu o penálti mas permitiu a defesa de Georgiy Bushchan, num remate que saiu para o meio da baliza.

Jorge Jesus lançou os portugueses Miguel Cresco e Bruma, o médio ajudou a equipa a crescer, mesmo a jogar com menos um. Aos 77 minutos, o antigo médio do Estoril colocou a bola na cabeça de Attila Szalai que atirou para golo mas, no último instante, apareceu Georgiy Bushchan em voo a defender para fora. Defesa fantástica do guardião ucraniano.

Aos 88 minutos, nova defesa de Bushchan a negar o golo a Bruma. Mas, na sequência do canto batido pelo ex-Santa Clara Lincoln, o guardião ucraniano 'borrou a pintura', com uma saída em falso. A bola chegou ao austríaco Attila Szalai que desviou de cabeça para o empate. Loucura no Şükrü Saracoğlu em Istambul.

Apesar de ter jogado com mais um desde os 54 minutos, o Dinamo Kiev pouco criou em termo de ataque.

Com o fim da regra dos golos fora, o jogo teve de ir para prolongamento.

Ucranianos dão a 'machadada' no prolongamento

No tempo extra, os ucranianos apareceram melhores, mais frescos e, com mais um, criaram alguns calafrios junto à baliza turca. Aos 99 minutos, Illia Zabarnyi fez tremer o poste esquerdo da baliza de Altay Bayindir com um tiro fantástico. Aos 104, novamente Illia Zabarnyi, num cabeceamento que levava selo de golo, mas Altay Bayindir assim não quis.

A superioridade da equipa de Mircea Lucescu no prolongamento deu frutos aos 114 minutos, numa jogada de lateral a lateral. Kostiantyn Vicharenko desceu pela esquerda, centrou para a área, ninguém desviou, mas no segundo poste estava Oleksandr Karavaev a rematar para golo. Altay Bayindir ainda defendeu mas a bola já tinha entrado. Golpe muito duro para a formação orientada por Jorge Jesus.

No último minuto, Georgiy Bushchan voltou a ser protagonista, ao negar um novo empate a Serdar Dursun.

Os ucranianos seguem em frente e, na próxima fase, vão medir forças com os suíços do Sturm Graz.

Ficha de jogo

Dínamo Kiev: Georgiy Bushchan, Tomasz Kedziora, Illia Zabarnyi, Denys Popov, Vladyslav Dubinchak, Mykola Shaparenko, Serhiy Sydorchuk C, Viktor Tsygankov, Vitaliy Buaylskyy, Benjamin Verbic e Artem Biesedin

Suplentes: Denys Boyko, Kostiantyn Vicharenko, Mykyta Burda, Volodymyr Shepelev, Vladyslav Vanat, Oleks Andriyevskyi, Denys Garmash, Karavaev, Kravchenko, Tymchyk, Syrota e Antiukh

Treinador: Mircea Lucescu

Fenerbahce: Altay Bayindir C, Osayi-Samuel, Marcel Tisserand, Attila Szalai, Ferdi Kadioglu, Irfan Kahveci, Willian Arão, Ismail Yuksek, Diego Rossi, Joshua King e Enner Valencia

Suplentes: Ertugrul Cetin, Pelkas, Lincoln, Serdar Dursun, Bruma, Muhammed Gumuskaya, Arda Guler, Miha Jajc, Miguel Crespo, Filip Novak, Burak Kapack e Emre Mor

Treinador: Jorge Jesus

Árbitro: Massimiliano Irrati (Itália)

Assistentes: Filippo Meli e Domenico Rocca (Itália)

4.º Árbitro: Gianluca Manganiello (Itália)

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.