Hugo Viana considerou hoje que o Sporting de Braga não fez um jogo brilhante frente ao Shakhtar Donetsk, na despedida do Grupo H da Liga dos Campeões em futebol.

“Houve alturas do jogo em que se tivéssemos marcado um golo estávamos apurados”, disse Hugo Viana, considerando que “nesta competição (Liga dos Campeões) tudo pode acontecer e este jogo foi o espelho disso”.

Viana reconheceu que, com o resultado a 0-0, o Sporting de Braga podia ter tido mais oportunidades de golo, mas o Shakhtar foi mais eficaz, elogiando a carreira da equipa na “Europa”, onde tem “brilhado”.

“Agora temos é que nos concentramos para o jogo da Taça de Portugal com o Benfica”, adiantou, lançando o próximo compromisso dos arsenalistas, que se disputa domingo no Estádio da Luz.

Aníbal Capela, futebolista lançado esta noite por Domingos Paciência na Liga dos Campeões, considerou que, “tirando o resultado, partilhar este ambiente fantástico e a este nível foi a concretização de um sonho”.

“É uma honra representar este clube a este nível. Foi sempre um dos meus sonhos e realizou-se cedo e ainda por cima neste grupo maravilhoso. É mesmo muito bom, infelizmente o resultado é que não foi”, disse.

O jovem não escondeu algum “nervoso miudinho” antes de começar a jogar, mas depois não pensou em mais nada. Agora promete “continuar a trabalhar e a evoluir para voltar aos palcos da Liga dos Campeões.

“Vínhamos com o objectivo de ganhar, independentemente do resultado do outro jogo do grupo (Arsenal-Partizan), infelizmente não conseguimos e acabámos por sofrer dois golos”, considerou Aníbal.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.