O avançado português Danny, do Zenit (Rússia), considerou esta terça-feira «uma estupidez» qualquer insinuação sobre o impedimento do colega Bruno Alves em defrontar o FC Porto, adversário de quarta-feira, na segunda jornada da Liga dos campeões em futebol.

«Conheço bem o Bruno Alves e ele está triste por não poder jogar contra a sua anterior equipa», disse o internacional luso a propósito da expulsão, no jogo da primeira jornada, que impede o ex-portista de jogar quarta-feira.

Danny assegurou que o central português iria querer jogar, «por ser especial, por ser contra um clube onde passou bons anos», algo que ele próprio já experimentou quando jogou, já pelo Zenit, contra o Dínamo de Moscovo.

Relativamente ao confronto do Grupo G, e recordando que a derrota na jornada inaugural, contra o APOEL (Chipre) já faz parte do passado, o avançado português afirmou: “Vamos defrontar uma equipa muito forte, que joga bom futebol, mas estamos tranquilos porque também temos qualidade”.

Na conferência de Imprensa que decorreu hoje no Estádio Petrovsky, onde quarta-feira Zenit e FC Porto (17h00 em Portugal) medem forças, Danny falou do seu futuro, considerando “não ser oportuno” comentar notícias sobre o alegado interesse dos maiores clubes portugueses.

«O mais importante foi ter renovado por mais quatro anos, até 2015, por um clube onde estou bem e num país onde me sinto feliz», concluiu Danny.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.