O Benfica joga o futuro na Liga dos Campeões esta quarta-feira em Salónica, onde vai defrontar o PAOK, em jogo da segunda-mão do play-off. Depois do empate 1-1 na semana passada, os 'encarnados' terão de mostrar outra 'cara' se quiserem chegar à frente. Léo Matos, jogador da formação grega, deixa um aviso: será tudo menos fácil.

"Sente-se a vibração dos adeptos. Podem ter a certeza que amanhã vamos dar mais do que nós temos para seguir para a fase de grupos. No primeiro jogo havia favoritismo do Benfica porque eles estão acostumados a jogar nesta prova todos os anos. Depois do primeiro jogo ficou claro que não seria tão fácil para eles. Na primeira parte houve mais chances; na segunda foi muito igual. Aqui vão sentir-se muito desconfortáveis. É muito difícil jogar aqui, porque o estádio vai estar cheio. No dia de amanhã não há favoritos. Será jogo difícil para os dois. Espero que o PAOK passe", disse o lateral, em conferência de imprensa.

O brasileiro explicou que, do lado do PAOK, há "uma vontade muito grande de passar". "É um sonho que se realizaria. Poucos jogadores jogaram a Champions, eu nunca joguei. Joguei na Liga Europa até a final contra o Sevilha. Escrever o nosso nome na história é o mais importante neste momento", atirou.

Léo Matos sublinhou que o PAOK quer obrigar o Benfica a mudar a sua forma de jogar.

"No caso do Benfica, não sei se terão uma postura diferente. Nós vamos forçá-los a ter uma postura diferente. Fomos para Portugal com a mentalidade de atacar e ganhar o jogo. Na primeira parte a equipa estava forte e fomos obrigados a melhorar para não sofrer golos", frisou.

O 1-1 conseguido na Luz dá alguma vantagem a PAOK mas o jogador brasileiro avisa que a equipa não vai jogar a defesa.

"Agora quem vai imprimir o ritmo do jogo somos nós e eles vão sofrer um pouco com isso. Será preciso tomar mais cuidado com a equipa do PAOK. Favoritismo? Não existe. Antes da primeira mão, ele recaia um pouco para o Benfica. Depois do primeiro resultado, razoável para o PAOK, não existe favoritismo para ninguém. 50/50 para cada lado e vamos ver quem ganha. Não vamos entrar para defender o resultado e vamos fazer tudo para ganhar. O resultado é perigoso. Um pouco mais favorável para nós porque se não sofrermos vamos passar", sublinhou.

O PAOK-Benfica está agendado para às 20h00 desta quarta-feira.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.