O Real Madrid venceu o Paris Saint-Germain por 3-1 em jogo a contar para a primeira mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões e deu assim um importante passo para seguir em frente na competição. A formação comandada por Zidane até começou a perder, mas dois golos de Cristiano Ronaldo permitiram aos 'merengues' a reviravolta e Marcelo assinou o resultado final em 3-1.

Praticamente fora da corrida ao título em Espanha e afastado da Taça do Rei, o Real Madrid encara neste momento a conquista da Liga dos Campeões como o único título que poderá salvar uma época que se prevê desastrosa.

Na receção aos 'milionários' do Paris Saint-Germain, a ausência do internacional galês Gareth Bale do onze inicial de Zinedine Zidane e a titularidade de Isco foi o grande destaque na formação 'merengue' que apresentou ainda Nacho no lado direito da defesa devido à suspensão de Carvajal.

Já a formação comandada por Unai Emery apresentou-se no Estádio Santiago Bernabéu com várias novidades, nomeadamente a titularidade do jovem de 22 anos Presnel Kimpembe ao lado de Marquinhos no eixo central da defesa. Para além disso, o técnico espanhol do PSG apostou também no jovem argentino Giovani Lo Celso no meio-campo dos 'parisienses', perante a ausência de Lassana Diarra, e em Yuri Berchiche para o lado esquerdo da defesa depois da lesão de Layvin Kurzawa.

E numa autêntica final antecipada da Liga dos Campeões, ambas equipas mostraram-se à altura do cartaz com a formação do Real Madrid a entrar determinada em abrir cedo o marcador tendo em Lucas Modric o seu grande 'maestro'. O número de lances de perigo junto à baliza do Paris Saint-Germain começaram a acumular-se, mas o guardião Areola mostrou-se à altura e evitou o pior em várias situações.

Contra a corrente do jogo, o Paris Saint-Germain aproveitou o desequilíbrio de um adversário balanceado totalmente para o ataque para abrir o marcador aos 33' minutos por Rabiot, numa jogada desenhada entre Mbappé e Neymar que culminou com um remate do médio francês de 22 anos sem oposição.

A perder em casa, o Real Madrid acabou por evitar regressar aos balneários em desvantagem graças a uma grande penalidade assinalada pelo árbitro italiano Gianluca Rocchi que Cristiano Ronaldo se encarregou de converter aos 45' minutos. O internacional português fez o 1-1 antes do intervalo e alcançou o seu 100º golo pelo Real Madrid na Liga dos Campeões num total de 116 golos na competição.

No segundo tempo, o Paris Saint-Germain foi à procura da vantagem perdida antes do intervalo e criou algumas situações de apuro na área de Keylor Navas. Do outro lado, Karim Benzema mostrava pouca eficácia junto à baliza de Areola e Zidane decidiu lançar no jogo Gareth Bale aos 68' minutos.

Mesmo assim, a formação de Unai Emery mostrou-se mais perigosa e com a possibilidade de desfazer a igualdade. O Real Madrid sentia dificuldades em furar a linha defensiva do PSG até que surgiu novamente Cristiano Ronaldo para resolver a partida aos 83' minutos depois de um rápido contra-ataque. O guarda-redes do PSG não segurou uma bola a remate de Marco Asensio, e na pequena área Cristiano Ronaldo não perdoou para aquele que foi o seu 101º golo pelo Real Madrid na Liga dos Campeões.

E ainda com as bancadas do Estádio Santiago Bernabéu a celebrar o segundo golo de Cristiano Ronaldo, Marcelo 'furou' pela área do PSG e num grande remate sentenciou definitivamente a partida em 3-1.

O jogo da segunda mão dos oitavos de final está agendada para o próximo dia 6 de março e a equipa de Cristiano Ronaldo parte em vantagem para o Parque dos Príncipes.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.