A Primeira-ministra britânica, Theresa May, comparou a sua batalha sobre o Brexit com a incrível 'remontada' do Liverpool contra o FC Barcelona no jogo da segunda-mão das meias-finais da 'Champions'.

O Barcelona venceu por 3-0 em casa no jogo da primeira-mão e o Liverpool, sem Mohamed Salah e Roberto Firmino, parecia eliminado. Mas o clube inglês conseguiu um dos maiores feitos da sua história, vencendo por 4-0 em Anfield Road e apurando-se para a final de Madrid.

Na sessão semanal de perguntas à Primeira-ministra no Parlamento, esta quarta-feira, May citou esse espírito de união e de luta para falar sobre o Brexit.

A vitória do Liverpool "mostra que quando todos dizem que tudo está acabado, que o seu rival europeu venceu, que o tempo é curto, que é hora de reconhecer a derrota, na verdade, ainda podemos garantir o sucesso se todos estiverem unidos", declarou, sob o aplauso dos deputados do seu Partido Conservador.

Theresa May respondia a uma intervenção do líder da oposição trabalhista, Jeremy Corbyn, que sugeriu "pedir conselhos a Jurgen Klopp", o carismático técnico alemão do Liverpool, "sobre a forma de obter resultados na Europa".

O governo conservador de May está envolvido há mais de um mês em negociações com a oposição trabalhista para tentar chegar a um consenso que permita a adoção pelo Parlamento, que já rejeitou três vezes, do acordo de Brexit que a primeira-ministra assinou em novembro com Bruxelas.

O Reino Unido deveria ter deixado a União Europeia em 29 de março, mas diante do bloqueio parlamentar teve, que pedir dois adiamentos para evitar uma saída sem acordo. O novo prazo está marcado para 31 de outubro, mas pode ser adiado novamente.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.