Depois da derrota do Tottenham sobre o  Olympiacos, Pedro Martins foi questionado sobre o erro de Yassine Meriah, que resultou no primeiro golo dos Spurs.

"De facto não podemos cometer estes erros e a este nível paga-se caro. Houve momentos em que ele esteve bem. Tivemos outros problemas, porque o Avraam [Papadopoulos] veio de uma lesão e não estava nas melhores condições. Tem a nossa confiança, mas são muitos erros que ele vai ter de anular completamente e é uma questão mais mental do que a qualidade dele", começou por dizer o treinador do Olympiacos, que esteve a vencer por 2-0, mas acabou derrotado por 4-2.

"Jogar a este nível, com grandes equipas, não esquecer, estamos a falar do Tottenham e do Bayern de Munique. Se nós quisermos ser sérios, e a forma como nos apresentámos durante estes jogos, nós fizemos jogos de grande qualidade. Nós dignificámos o futebol da Grécia, nós temos a honra e a dignidade de representar também o Olympiacos", explicou, referindo-se ainda aos objetivos da equipa grega.

"Nós tivemos sempre um objetivo quando nos calharam estes três adversários: se conseguirmos a Liga dos Campeões, excelente, mas já sabíamos que íamos ter uma tarefa árdua. Infelizmente, nós só temos um ponto e acho que nesta fase, pelo que produzimos, devíamos ter mais. O grande objetivo, aquilo que definimos para os nossos adeptos, foi continuar na Liga Europa e é para isso que vamos ter uma final com o Red Star [Estrela Vermelha]."

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.