O técnico do Paris Saint-Germain, Mauricio Pochettino, deu a entender na terça-feira que a nova contratação Lionel Messi deve alinhar pela primeira vez ao lado de Neymar e Kylian Mbappé na estreia do emblema francês na Champions contra o Club Brugge.

O argentino, que deixou o Barcelona a custo zero no verão, ainda não jogou pelo PSG ao lado de Neymar e Mbappé, mas Pochettino está ansioso para tal.

"Messi, Neymar e Mbappé, juntos? Eu junto-me a essa emoção coletiva, sou como todo o mundo, seria doido se não quisesse vê-los jogar juntos", disse Pochettino na conferência de imprensa.

"Vamos vê-los juntos amanhã? Talvez, sim ...". Em mais de um mês desde que ingressou no clube, Messi foi visto com a camisa do PSG por apenas 24 minutos como suplente num jogo da Ligue 1 em Reims.

Esperava-se que o jogador de 34 anos fizesse a sua estreia pelo clube no fim de semana passado, mas Pochettino decidiu poupá-lo após os jogos pela seleção da Argentina.

Pochettino, no entanto, agora parece pronto para colocar o seis vezes vencedor da Bola de Ouro a titular, no Estádio Jan Breydel, contra os campeões belgas na abertura do Grupo A.

O treinador, porém, afirma que a chegada de Messi não é garantia do sucesso que o PSG almeja na Liga dos Campeões.

"Com estes nomes, podemos ter a sensação de que somos 'a equipa a abater', mas é o Chelsea, o atual campeão, a equipa a abater", disse Pochettino.

"Somos um clube que comprou muitos jogadores neste verão e recrutou alguns nomes muito importantes, mas devemos converter tudo isso como uma equipa, como o Chelsea fez no ano passado", rematou o treinador do PSG.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.