O PSG conquistou, esta terça-feira, um lugar na final dos Campeões ao bater, sem dificuldades, o Leipzig por 3-0 no Estádio da Luz, em Lisboa. Marquinhos (13’), Di María (42’) e Juan Bernat (56’) fizeram os golos dos franceses, que ficam agora à espera do resultado entre o Lyon e o Bayern (agendado para esta quarta-feira, às 20 horas) para conhecer o nome do adversário da final da prova milionária.

A equipa parisiense entrou muito ofensiva na partida e aos seis minutos estava já a colocar a bola nos ferros da baliza de Gulácsi. Mbappé, que foi titular, lançou Neymar, este fugiu à defesa do Leipzig, atirou fora do alcance do guarda-redes, que ainda tocou e a bola foi ao ferro.

Logo aos sete minutos, o PSG viu o árbitro anular-lhe um golo. Gulácsi tentou afastar um atraso, a bola desviou em Neymar e sobrou para o remate de Mbpappé, que atirou para o fundo da baliza do Leipzig. No entanto, o árbitro anulou o lance, considerando que houve mão na bola do avançado brasileiro segundos antes.

Depois de duas tentativas, os campeões franceses conseguiram mesmo introduzir a bola na baliza alemã. À passagem do minuto 13, num livre batido por Di María, Marquinhos apareceu totalmente à vontade e cabeceou certeiro, inaugurando o marcador no Estádio da Luz.

Aos 35 minutos, o PSG, que continuava em claro domínio na partida, voltou a enviar a bola ao poste. Após um livre ainda longe da área, Neymar atirou diretamente à baliza do Leipzig e acertou com estrondo no ferro.

O Paris Saint-Germain estava claramente no comando das operações nesta altura, enquanto o Leipzig não conseguia impor o seu jogo.

Antes do apito para o intervalo, o PSG conseguiu aumentar a vantagem aos 42 minutos. Após um passe de Paredes, Neymar trocou a bola com Di María que, na cara de Gulácsi, atirou a contar.

O Leipzig não estava a conseguir fazer frente aos franceses, que dominaram sem dificuldades o primeiro tempo, partido para o segundo tempo com uma vantagem confortável.

No segundo tempo, Bernat apareceu em posição perigosa, mas adiantou demasiado a bola, permitindo à defesa de Gulácsi. A jogada prosseguiu, com a bola novamente a ter com Bernat, que, à segunda, de cabeça, não falhou. O lance foi analisado pelo VAR e acabou mesmo por ser validado.

O guarda-redes do Leipzig ainda esteve em destaque no segundo tempo, tendo evitado um resultado bem pior para a sua equipa.

Na final, agendada para 23 de agosto, igualmente no estádio da Luz, o PSG vai medir forças com o vencedor do outro encontro das 'meias', a ser disputado, na quarta-feira, no estádio José Alvalade, entre Bayern de Munique e Olympique de Lyon.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.