O Paris Saint-Germain vai apresentar uma queixa na UEFA contra Patrice Evra, pelo facto de o antigo jogador francês ter festejado, de form efusiva, a vitória do Manchester United sobre os parisienses na passada quarta-feira.

Evra festejou, de form efusiva, o terceiro golo que deu, aos 'red devils', a passagem aos quartos-de-final da Liga dos Campeões. O antigo lateral esquerdo estava ao lado de Paul Pogba, jogador que falhou o jogo por castigo. Diz a imprensa francesa que alguns seguranças do estádio tiveram de intervir para serenar os ânimos. Os responsáveis do PSG ficaram indignados com a atitude dos dois jogadores, principalmente de Evra.

Ao saber da queixa na UEFA, Patrice Evra colocou mais 'lenha a fogueira', numa publicação nas redes sociais, onde está sempre muito ativo e... criativo.

"Obrigado, Édith, vou baixar o volume porque este é um grande momento da história do futebol. O PSG apresentou uma reclamação contra mim na UEFA devido à minha comemoração [...]. As pessoas perguntam-me o que pode acontecer agora. Não sei, talvez vão trocar a 'password' do meu telemóvel para assim eu não poder usá-lo", comentou um francês num vídeo, que teve como música de fundo tema 'Non, je ne regrette rien', de Édith Piaf.

O Manchester United venceu, no Parque dos Príncipes, o PSG por 3-1, depis de ter perdido por 2-0 no Old Trafford. Os 'red devils' apuraram-se para os quartos-de-final da Liga dos Campeões graças ao critério dos golos fora. O golo do apuramento foi apontado por Rashford, na transformação de uma grande penalidade assinalado aos 94 minutos, por mão na bola de Kimpembé.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.