Depois do encontro, o internacional português “atirou-se” ao árbitro alemão Wolfgang Stark.

«É sempre igual. Mais um jogo onde terminámos com dez jogadores em campo. Não entendo. Eu também queria jogar um dia contra uma equipa em inferioridade numérica. Poderiam dizer que não rematamos à baliza a jogar com onze, mas são as coisas do futebol», afirmou Cristiano Ronaldo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.