O médio português saltou do banco para resolver o jogo a favor do SC Braga. Ruben Micael marcou o golo que empatou o jogo e a eliminatória, apontando, posteriormente, o penálti decisivo.

Após a partida, em declarações à TVI, o jogador revelou que sabia para que lado o guarda-redes da Udinese se ia atirar e explicou porquê.

«Não é fácil (marcar o penálti decisivo), mas já sabia que o guarda-redes ia atirar-se para aquele lado, uma vez que nas quatro vezes anteriores tinha feito mesmo.»

Sobre o encontro, o médio considera que o Braga o podia ter resolvido no tempo regulamentar.

«Foi um jogo muito complicado. Sabíamos que eles iam entrar bem. Infelizmente colocaram-se em vantagem na primeira meia hora de jogo. Depois conseguimos controlar o encontro, criamos muitas oportunidades e podíamos até ter ganho o jogo nos 90 minutos».

Ruben Micael começou o encontro no banco, mas nada que o deixasse aborrecido, até porque tudo estava esclarecido à partida com José Peseiro.

«O treinador falou comigo antes do jogo. A estratégia era aguentar os primeiros minutos. Não estou na minha melhor condição física. Sabia que se entrasse de início iria sair por volta dos 60 minutos. Assim ficou decidido que iria entrar e ajudar a equipa», concluiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.