“O Braga esteve bem na primeira parte, teve duas grandes oportunidades, uma comigo e outra com o Paulo César, mas na segunda parte, a partir dos 15 minutos, o Shakhtar teve uma posse de bola melhor e foi feliz. Tive uma grande oportunidade, se faço aquele golo a história do jogo se calhar seria diferente”, disse o médio brasileiro na entrevista rápida à RTP, após o encontro.

O jogador arsenalista foi substituído na segunda parte por Lima e Salino disse que não ficou chateado com a situação.

“Não pedi para sair, nem estava cansado, foi opção do mister, fazer o quê... paciência. Tenho de entender o treinador, não tenho de sair chateado, respeito sempre”, explicou.

O Sporting de Braga somou outra derrota na Liga dos Campeões, desta vez em casa, ante o Shakhtar por 0-3, em jogo da segunda jornada do Grupo H.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.