Graeme Souness, antigo jogador de Liverpool, Tottenham e Sampdoria, não poupou críticas a vários jogadores do Manchester United na sequência da eliminação dos 'red devils' na Liga dos Campeões.

Em declarações a um canal de televisão britânica, o ex-jogador escocês levantou dúvidas sobre as capacidades de Ole Gunnar Solskjaer para estar à frente do comando técnico do Manchester United.

"Não há forma de resolver as coisas rapidamente no Manchester United", começou por dizer Graeme  Souness.

"As pessoas podem pensar que sou anti-United, mas não é nada disso. Sou uma pessoa do futebol e a realidade é que o Ole [Gunnar Solskjaer] tem uma tarefa hercúlea pela frente", acrescentou o antigo treinador escocês.

"Pelo que se vê agora, a não ser que tenham grandes jovens valores a sair da formação, é que vão ter de fazer gastar muito, mas muito dinheiro na janela de transferências. A política de contratações dos últimos dois treinadores foi muito pobre. Isso tem de mudar para o Manchester United voltar a ser bem-sucedido. Não fizeram boas aquisições nos últimos quatro ou cinco anos e estão a pagar por isso", frisou Souness.

"Da equipa que começou o jogo em Barcelona, quantos se pode dizer que continuarão e que serão jogadores influentes nos próximos cinco anos? Apostarias a tua casa por Pogba? Eu certamente que não", atirou o ex-treinador do Benfica..

"Depois, temos o Alexis Sánchez, que vai sair. O Rashford é de altos e baixos, mas será ele a aposta certa? Temos de esperar para ver. O guarda-redes de repente ficou vulnerável. Os defesas? Não. Os centrais que jogaram em Barcelona? Não. Relativamente ao Lingard, não tenho certezas. Há muitas posições que precisam de ser analisadas e esses problemas não podem ser resolvidos com apenas uma ida ao mercado", sentenciou Souness.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.