A aposta de Rúben Amorim em jovens jogadores não é novidade. Esta noite, o técnico lançou dois miúdos na Liga dos Campeões e ajudou a bater dois recordes no Sporting em poucos minutos.

Primeiro, a titularidade de Gonçalo Esteves na ala direita. Ao entrar no onze diante do Ajax, o ex-FC Porto tornou-se no mais jovem jogador de sempre do Sporting a atuar num jogo da Liga dos Campeões, aos 17 anos e nove meses. Gonçalo Esteves tinha superado o recorde de Simão Sabrosa, que havia atuado na Champions com 17 anos e 336 dias.

Mas Amorim tinha outra surpresa e lançou o médio Dario Essugo para os derradeiros nove minutos. A entrada em campo permitiu ao médio 'roubar' o recorde de Gonçalo Esteves e passar a ser o mais jovem jogador do Sporting a jogar na Liga dos Campeões, aos 16 anos e 8 meses.

Essugo tornou-se mesmo no mais jovem português a atuar na 'Liga Milionária', batendo o registo que pertencia a José Gomes, do Benfica, que se estreou em 2016 com 17 anos e cinco meses.

O Sporting, já qualificado para os oitavos de final, perdeu esta terça-feira por 4-2 na visita ao líder Ajax, em jogo da sexta e última jornada do Grupo C da Liga dos Campeões de futebol, disputado em Amesterdão.

Sebástien Haller, aos oito minutos, de grande penalidade, Antony, aos 42, David Neres, aos 58, e Steven Berghuis, aos 62, assinaram os tentos dos holandeses, enquanto Nuno Santos, aos 22, e Tabata, aos 78, ‘faturaram’ para os campeões nacionais.

O líder Ajax fechou o Grupo C com 100% de aproveitamento e com 18 pontos, o dobro do Sporting, que terminou no segundo posto, com nove, os mesmos do Borussia Dortmund, que venceu por 5-0 na receção ao Besiktas, último colocado, sem qualquer ponto.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.