A realização da ‘final a oito’ da Liga dos Campeões de futebol em Lisboa é “uma mensagem forte que o país passa ao mundo” e processo “importante para a afirmação da marca Sporting”, considerou hoje o clube 'leonino'.

Em comunicado publicado no site oficial, os ‘leões’ destacam que “é um orgulho tremendo” fazer parte do processo que culminou com a atribuição a Lisboa da decisão da principal prova de clubes da UEFA e que, mais uma vez, “Portugal se afirma pela sua competência e capacidade organizativa”.

“Sabemos também que foi fundamental para a decisão a forma como o país respondeu à maior crise mundial dos últimos 100 anos”, afirmaram os ‘leões’, repartindo os ‘louros’ da “vitória” entre o Presidente da República, o primeiro-ministro, o Governo e os clubes, mas também com os “enfermeiros, técnicos de saúde e todo o povo português pela responsabilidade cívica demonstrada”.

Os elogios com origem em Alvalade estendem-se, ainda, à Cidade do Futebol, em Oeiras, com o Sporting a considerar “profundamente meritório o rasgo que a Federação Portuguesa de Futebol teve na antecipação e elaboração do processo”, bem como o seu papel no “convencimento da UEFA deste modelo competitivo”.

O Comité Executivo da UEFA decidiu hoje que Lisboa vai ser o palco para o desfecho da edição de 2019/20 da Liga dos Campeões, com uma inédita ‘final a oito’, em eliminatórias apenas com um jogo, nos estádios da Luz e José Alvalade, entre 12 e 23 de agosto.

A principal competição continental de clubes foi suspensa em março, devido à pandemia de covid-19, quando faltavam disputar quatro jogos dos oitavos de final, fase em que faltam disputar os jogos da segunda mão Manchester City-Real Madrid (2-1), Juventus-Lyon (0-1), FC Barcelona-Nápoles (1-1) e Bayern Munique -Chelsea (3-0). Atlético de Madrid, Atalanta, Leipzig e Paris Saint-Germain já estão apurados para os quartos de final.

A ‘casa’ do Sporting não recebe um jogo dos quartos de final da principal competição de clubes europeia desde 1982/83, quando os ‘leões’ foram eliminados nesta fase pelos espanhóis da Real Sociedad, na antecessora Taça dos Clubes Campeões Europeus.

Nessa eliminatória, o Sporting venceu a primeira mão, por 1-0, ainda no antigo Estádio José Alvalade, com um golo de Manuel Fernandes, mas foi derrotado em San Sebastián, por 2-0.

Mais recente foi a última vez que o recinto ‘encarnado’ recebeu um jogo dos ‘quartos’, em 2015/16, quando o Benfica ‘caiu’ perante o Bayern Munique, com um empate 2-2 na segunda mão, depois da derrota por 1-0 em solo alemão.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.