O Benfica voltou a falhar a conquista de um título europeu no futebol. Os sub-19 dos ´encarnados` foram batidos pelo Salzburgo por 2-1 na final da Youth League. É a segunda derrota das jovens águias nesta prova da UEFA. João Tralhão, treinador da equipa, recusa falar em maldição, preferindo elogiar o percurso da sua equipa.

Maldição de Bela Guttman? "Em primeiro lugar, o importante é reforçar o trajeto que foi preciso fazer para chegar à final. A competição está com um nível elevadíssimo, conseguimos enfrentar grandes adversários e superá-los. Hoje não conseguimos. Trabalhámos para outro resultado, mas aqui não acreditamos em maldições".

Aprender com as derrotas: "Acreditar sempre. O talento não chega, chega assim jogadores talentosos com capacidade de trabalho e sofrimento. Falamos anteriormente que temos um percurso marcado por jogos fora, em condições adversas e conseguimos sempre superá-los. O Salzburgo foi mais forte em alguns momentos e conseguiu ganhar a final, parabéns para eles".

Presença de LF Vieira e Rui Vitória na final: "Somos uma família, estamos juntos em todos os momentos. Sabíamos que a presença deles seria fundamental para os nossos jovens, que tiveram um boost diferente. Hoje fomos uma família, mas não conseguimos a final".

O Benfica voltou a falhar a conquista da Youth League, prova equivalente à Liga dos Campeões em sub-19, depois de perder na final com o Red Bull Salzburgo, por 1-2, num jogo em que chegou a estar em vantagem. José Gomes abriu o marcador aos 29 minutos, num golpe certeiro de cabeça, com a reviravolta austríaca a chegar no segundo tempo, com dois golos em cinco minutos de Patson e Schmidt.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.