A UEFA divulga na quarta-feira o plano para a conclusão das competições europeias, suspensas desde março devido à pandemia da COVID-19, com Lisboa apontada como possível palco para os restantes jogos da Liga dos Campeões de futebol.

Tanto a imprensa espanhola como a italiana divulgaram que o Estádio da Luz e o Estádio José Alvalade podem ambos receber os jogos dos quartos de final, das meias-finais e a final da ‘Champions’ e que essa hipótese ganhou ainda mais força nos últimos dias.

A final da mais importante competição europeia de clubes está agendada para Istambul, mas a capital turca deverá perder esse direito, devido ao surto do novo coronavírus no país.

Depois de resolvidos os restantes jogos dos oitavos de final (Manchester City-Real Madrid, Juventus-Lyon, Barcelona-Nápoles e Bayern Munique-Chelsea), Lisboa poderá receber a conclusão da Liga dos Campeões, entre 11 e 23 de agosto, situação que poderá ser confirmada na quarta-feira pelo Comité Executivo da UEFA. Atlético Madrid, Atalanta, Leipzig e Paris Saint-Germain já estão qualificados.

Além da ‘Champions’, o plano da Liga Europa também estará em cima da mesa, com um cenário semelhante em que a Alemanha poderá receber os jogos que faltam disputar, também em agosto, incluindo a final, que está marcada para Gdansk, na Polónia.

A conclusão da Liga dos Campeões feminina será outra das decisões que vai sair da reunião do organismo que rege o futebol europeu, assim como o reagendamento de provas como o Europeu de sub-21 e a ‘Champions’ de futsal.

A nível de seleções, a UEFA também deverá proceder a alterações no calendário do ‘play-off’ de acesso ao Euro2020, entretanto adiado para 2021, do qual sairá o terceiro adversário de Portugal no Grupo F, que já inclui Alemanha e França.

A imprensa internacional avança que Bucareste, uma das 12 cidades que vai receber jogos da fase final da competição, poderá ‘cair’. A seleção portuguesa está agendada para fazer dois jogos em Budapeste e um em Munique, na Alemanha.

Após a declaração de pandemia, em 11 de março, as competições desportivas de quase todas as modalidades foram disputadas sem público, adiadas – Jogos Olímpicos Tóquio2020, Euro2020 e Copa América -, suspensas, nos casos dos campeonatos nacionais e provas internacionais, ou mesmo canceladas.

Os campeonatos de futebol de França, Escócia, Bélgica e dos Países Baixos foram cancelados, enquanto outros países regressaram à competição, com fortes restrições, como sucede Itália, Espanha, Portugal e Alemanha. A Inglaterra terá irá retomar as suas provas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.