O Benfica perdeu esta quinta-feira com o Arsenal por 3-2 e falhou o apuramento para os oitavos de final da Liga Europa de futebol, numa partida disputada em Atenas, casa emprestada da equipa inglesa.

No encontro da segunda mão dos 16 avos de final da competição, disputado na Grécia devido às restrições causadas pela pandemia de COVID-19, o Arsenal adiantou-se com um golo de Aubameyang, aos 21 minutos, mas o Benfica respondeu e deu a volta ao marcador, com golos de Diogo Gonçalves (43) e Rafa Silva (61).

No entanto, o Arsenal voltou a marcar por Kieran Tierney, aos 67, e de novo por Aubameyang, aos 87, que ‘bisou’ na partida e garantiu o apuramento da equipa inglesa para a fase seguinte da Liga Europa.

Na primeira mão, Benfica e Arsenal tinham empatado 1-1, numa partida disputado em Roma, ‘casa’ emprestada dos 'encarnados'.

As equipas

Em relação ao onze utilizado em Roma, Jorge Jesus tirou Waldschmidt e Darwin para lançar Rafa e Seferovic de início. Já na equipa de Artenta saiu Smith-Rowe para a entrada de Pépé.

Onze do Arsenal: Leno; Bellerín, Luiz, Gabriel e Cédric; Ceballos e Xhaka; Saka, Odegaard, Pépé; Aubameyang.

Onze do Benfica: Helton Leite; Lucas Veríssimo, Otamendi e Vertonghen; Diogo Gonçalves, Pizzi, Weigl, Taarabt e Grimaldo; Rafa e Seferovic.

O jogo

O encontro começou sem oportunidades para qualquer uma das equipas, que se apresentavam bastante contidas e sem vontade de correr grandes riscos. Mesmo assim, foi o Benfica que entrou com uma maior intenção de procurar chegar ao golo.

Apesar de ter sido o adversário a inaugurar o marcador, o Benfica não se deixou ficar e começou a crescer no jogo. Ganhou mais confiança e foi-se aproximando das zonas de finalização cada vez mais, ao mesmo tempo que ia aumentando a posse de bola e subindo as linhas.

A primeira tarde terminou com um empate por 1-1 no marcador como consequência de um primeiro tempo muito dividido, apesar das poucas oportunidades de golo, tanto para os gunners como para os encarnados.

Já a segunda parte arrancou com um domínio da equipa inglesa que ia encostando o Benfica ao seu meio campo. Nessa altura, Jesus procurar refrescar a equipa e, pouco depois, Rafa colocou a equipa na frente do marcador e da eliminatória.

Quando os encarnados viam a luz ao fundo do túnel, chegou o golo de Tierney para complicar a situação. O Benfica continuava na frente da eliminatória, mas os receios benfiquistas acabaram por se confirmar e Aubameyang deu a passagem ao Arsenal.

Vistas bem as coisas, o Benfica foi inteligente ao aproveitar os erros do Arsenal e marcou dois golos nos únicos dois remates que fez à baliza de Leno. Mas, por outro lado, o próprio Benfica cometeu erros defensivos que lhe custaram a passagem aos oitavos de final da Liga Europa. Apesar da resiliência dos encarnados nesta partida, a passagem do Arsenal acaba por ser justa.

O momento

Apesar de não ter sido suficiente para levar o Benfica à próxima fase da prova, o golo de Diogo Gonçalves foi o ponto alto do jogo. Além de dar ânimo à equipa que recolheu aos balneários com um empate, foi ainda um golaço de encher o olho e assinalou a estreia do jovem jogador a marcar pela equipa principal da Luz.

Os melhores

Do lado do Benfica, o destaque vai para Diogo Gonçalves, que além de ter apontado o primeiro golo das águias, foi fundamental no corredor direito e somou várias ações defensivas. Já no Arsenal, Aubameyang encheu o olho ao marcar dois dos três golos dos ingleses, mas é importante referir que, para tal, contou com duas assistências de Saka, que esteve também em grande plano.

Os piores

Com noite desinspirada esteve Haris Seferovic. O avançado suíço não foi capaz de encontrar o caminho para a baliza de Leno e, nos 57 minutos em que esteve em campo, não fez qualquer remate enquadrado.

Reações

Jorge Jesus frustrado: "Isto é pancada atrás de pancada"

Diogo Gonçalves: "Batemos de frente com uma das melhores equipas do mundo"

Taarabt: "Sentimo-nos frustrados e parece que tivemos tudo contra nós"

David Luiz sobre a eliminação do Benfica: "Dói-me sempre"

Arteta: "A Liga Europa vai ajudar a manter-nos vivos"

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.