O diretor para o futebol do Sporting, André Geraldes, afirmou hoje que o clube lisboeta tem “o máximo respeito” pelo Astana, adversário nos 16 avos de final da Liga Europa, e mostrou-se preocupado com a viagem até ao Cazaquistão.

“Olhamos para este sorteio com o máximo respeito pelo Astana. Entendemos que a maior dificuldade, além da desportiva, será a diferença horária, que é de seis horas, e o tempo de viagem, nunca inferior a sete horas de avião. No entanto, é o que é, e encararmos o sorteio com naturalidade”, afirmou André Geraldes.

O dirigente ‘leonino’ falava ao site oficial do Sporting minutos após o sorteio que decorreu em Nyon, na Suíça.

“Entramos em todos os jogos para ganhar e o objetivo é ir o mais longe possível. O respeito é o mesmo e a motivação também. Para nós é igual jogar com o FC Barcelona ou com o Astana”, disse.

O primeiro encontro realiza-se no Cazaquistão, em 15 de fevereiro, e a segunda mão no Estádio José Alvalade, em Lisboa, em 22 do mesmo mês.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.