O confronto inédito entre AZ e SL Benfica em competições europeias obriga, na antevisão do jogo dos quartos-de-final da Liga Europa, a um comparativo dos confrontos do emblema holandês com equipas portuguesas em que o saldo é claramente favorável à formação de Alkmaar: cinco jogos, três vitórias, um empate e uma derrota.

A primeira vez que uma equipa portuguesa se cruzou com o AZ Alkmaar foi na época 2004/2005 quando o Sporting de José Peseiro chegou às meias-finais da outrora apelidada Taça UEFA. 

No jogo da primeira mão em Alvalade, o AZ Alkmaar começou por adiantar-se no marcador por intermédio de Landzaat, mas um remate cruzado de Douala no minuto seguinte restabeleceu a igualdade antes do intervalo. No segundo tempo, Maurício Pinilla foi lançado por José Peseiro, e aos 80 minutos o avançado chileno colocou os leões em vantagem na eliminatória com golo de levantar as bancadas do palco da final.

Na visita do Sporting a Alkmaar, Kenneth Perez colocou a eliminatória a favor dos holandeses logo aos 6 minutos. Antes do intervalo, Liedson dava nova vantagem aos leões, mas um golo de Stein Huysegems aos 79 minutos obrigava o jogo a ir a prolongamento, onde Kew Jaliens faria o 3-1 para o AZ Alkmaar aos 108 minutos. Mas estava escrito que seria o Sporting a disputar a final da Taça UEFA na sua casa e logo com um golo de um jogador formado no clube. Miguel Garcia tornou-se no herói de Alkmaar ao fazer o 3-2 no último minuto do desconto, o resto, como se diz, é história: CSKA, Alvalade, Vagner Love.

Um ano depois de perder o acesso à final de Alvalade, o AZ Alkmaar reencontrou uma equipa portuguesa na fase de grupos da Taça UEFA, com um triunfo expressivo de 3-0 sobre o SC Braga de Carlos Carvalhal. Arveladze, Koevermans e Schaars, médio holandês que viria a jogar no Sporting, foram os marcadores dos golos do AZ Alkmaar.

Em 2007, o AZ Alkmaar comandado por Louis van Gaal voltou a encontrar-se com uma equipa portuguesa na 1.ª eliminatória da Taça UEFA, e logo para apadrinhar a estreia do Paços de Ferreira nas competições europeias. No jogo da primeira mão, os holandeses venceram no Estádio do Bessa (casa emprestado ao P. Ferreira) por 1-0 depois da formação comandada por José Mota ter dominado grande parte dos 90 minutos. No jogo da segunda mão, um empate a 0-0 colocava o AZ Alkmaar na fase seguinte da prova, naquele que foi o único jogo entre a formação holandesa e uma portuguesa sem golos. 

Esta quinta-feira, o Benfica procura a primeira vitória de um clube português no terreno do AZ Alkmaar no jogo da primeira mão dos quartos-de-final da Liga Europa.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.