O atacante belga do Borussia Dortmund, Michy Batshuayi, acusou esta quinta-feira os adeptos da Atalanta de atitudes racistas, durante a partida da segunda-mão dos oitavos-de-final da Liga Europa. O jogo terminou 1-1 e isso bastou para os alemãe seguirem em frente.

O jogador belga denunciou no Twitter que nas bancadas os adeptos italianos imitaram "sons de macacos".

"Em 2018 ainda fazem barulho de macacos nas bancadas... A sério? Espero que se divirtam a ver o resto da Liga Europa na televisão, enquando nós continuamos #digamnãoaoracismo #vãoverapanteranegra", escreveu Batshuayi.

No mês passado, a Atalanta foi punida com um jogo a porta fechada após o defesa do Nápoles, Kalidou Koulibaly, sofrer o mesmo tipo de insulto racista.

O Dortmund qualificou-se para os oitavas-de-final da Liga Europa graças a vitória por 3-2 no jogo da primeira-mão, no qual Batshuayi marcou duas vezes.

O presidente do Atalanta, Antonio Percassi, pediu desculpas ao jogador: "Vou ser sincero e dizer que ouvi os cânticos, mas se aconteceram, isso deixa-me muito triste e tenho que pedir desculpas a Batshuayi. Isto nuca deveria acontecer".

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.