Rodrigo Battaglia voltou a ser titular no Sporting, na vitória por 2-1 sobre o Qarabag. O médio argentino, em declarações à SIC, falou do jogo e também do seu regresso à Alvalade, depois do período conturbado que se seguiu à derrota em Madrid na época passada para a Liga Europa e que culminou com a agressão de cerca de 50 adeptos a jogadores, técnicos e equipa médica em Alcochete. Alguns jogadores acabaram por rescindir, alegando justa causa, mas muitos deles voltaram atrás na decisão, como Battaglia.

Os melhores momentos do jogo

Regresso ao Sporting: "Valeu a pena voltar ao Sporting. Nunca quis sair deste clube, mas aconteceram coisas extra futebol. Mas, digam o que disserem, estou cá".

Mais tranquilidade agora dentro do grupo: "Aqui dentro sabemos o que temos de fazer que é ganhar sempre. Portanto estamos felizes e o grupo está unido".

Análise ao jogo: "Fizemos um bom jogo perante os nossos adeptos. Há que continuar a trabalhar. Temos jogo na segunda-feira. Quando apanhamos aqui equipas a jogar baixo no terreno por vezes é complicado. São uma equipa organizada. Tentámos por todo o lado e conseguimos."

Objetivos na Liga Europa: "Vamos jogo a jogo. A ideia é chegar o mais longe possível. É um objetivo da temporada, preparando cada partida."

O Sporting entrou esta qinta-feira a ganhar na edição 2018/19 da Liga Europa em futebol, ao receber e bater os azeris do Qarabag por 2-0, em encontro da primeira jornada do Grupo E da fase de grupos da competição. O brasileiro Raphinha, assistido por Nani, inaugurou o marcador, aos 54 minutos, e, aos 88, fez o passe para Jovane sentenciar o encontro, dois minutos após entrar em campo.

Na classificação do agrupamento, o Sporting segue no segundo lugar, com os mesmos três pontos do líder Arsenal, que bateu em casa o Vorskla Poltava por 4-2.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.