O Benfica pode já hoje garantir o apuramento para a próxima fase, bastando um empate frente aos bielorrussos do BATE Borisov, mas Jorge Jesus já disse que quer mesmo é vencer. O Sporting só amanhã recebe os holandeses do Heerenveen, mas o apuramento está praticamente garantido, bastando, tal como ao eterno rival, o empate.

Os dois clubes, que registaram no primeiro trimestre das SAD prejuízos a rondar os 18 milhões de capitais próprios, precisam de urgentemente de entrada de dinheiro e, apesar de 270 mil euros ser, de alguma forma, irrisório, não deixa de ser dinheiro.

Com este valor, o Benfica aproxima-se dos dois milhões de euros em receitas provenientes de prémios de participação. Neste momento, o valor ronda os 1 400 milhões de euros (90 mil pela presença no play-off de acesso à Liga Europa, 900 mil pela entrada na fase de grupos e 420 mil, resultado das três vitórias obtidas).

Mas neste campo, o duelo é ganho pelo Sporting. O clube de Alvalade soma, até ao momento, 3 620 milhões de euros (2 230 mil euros só de participação no play-off da Liga dos Campeões. 900 mil pela fase de grupos da Liga Europa e 490 mil pelas três vitórias e um empate). O empate frente ao Ventspills rendeu 70 mil euros. Amanhã, em caso de vitória, os leões podem garantir para os cofres mais 140 mil euros, em caso de vitória, e mais 270 mil pela qualificação, aproximando-se dos 4 milhões de euros.

O Nacional da Madeira acumula, até ao momento, 1 130 milhões de euros, provenientes da presença no play-off da competição, 900 mil pela fase de grupos e 140 mil por uma vitória. A equipa madeirense joga, amanhã, na Alemanha, frente ao Werden Bremen, sem a presença do treinador, Manuel Machado, que continua internado no hospital do Funchal, em coma induzido e prognóstico reservado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.