Declarações de Bruno Lage, treinador do Benfica, à SIC, após o triunfo por 3-0 (a.p.) sobre o Dínamo Zagreb, no Estádio da Luz, da segunda mão dos oitavos de final da Liga Europa.

"Não sofremos. Fizemos uma exibição muito boa, em crescendo. Pena ter ido para prolongamento, porque fomos criando várias oportunidades. Tivemos sempre o jogo controlado, criando várias oportunidades. Mas o resultado é justo e a passagem foi conseguida com mérito. Chegar aos 120 minutos a correr como fizemos é sinal que estamos muito bem."

[Sobre as mudanças na equipa inicial] "Jonas e Grimaldo eram os dois únicos jogadores que nos preocupavam e não queríamos que fizessem os 90 minutos. Tínhamos essa opção estudada. Sabíamos que não iam fazer 90 minutos, fariam no máximo 75. Era algo que estava mais ou menos previsto. Não é que o Yuri e o Zivkovic não estivessem bem, mas temos de tomar opções e essa foi a nossa forma de abordar o jogo."

"Na primeira mão faltou-nos um pouco de profundidade e quando jogamos contra equipas que fecham com dois médios, temos de aproveitar estas bolas."

[Se gostava de defrontar uma equipa inglesa] "Todos os tipos de futebol poderão ser experiências fantásticas. Temos é de recuperar bem."

*Artigo corrigido. Por lapso, trocamos o nome de Grimaldo pelo do treinador do Benfica. Pedimos desculpas pelo engano

 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.