André Castro: "O SC Braga deu tudo. O jogo não começou da melhor maneira e mesmo antes do intervalo surgiu um lance que me parece muito forçado, que me pareceu penálti, e depois não conseguir entender o vermelho. Mesmo assim não desistimos. Tentámos de tudo, fizemos o golo, acreditamos até ao fim. Estou extremamente orgulhoso. É um jogo que ficará na memória porque tínhamos o sonho de chegar final da Liga Europa".

Paulo Oliveira: "Continuo na ideia de que temos melhor equipa. Infelizmente não conseguimos provar. Eles foram melhores nesta eliminatória e boa sorte. Demos tudo o que tínhamos. Podíamos ter sido mais felizes."

Ricardo Horta: "Sabíamos que o Rangers ia entrar forte com este ambiente, queríamos contrariá-lo, mas infelizmente aos dois minutos já estávamos a perder. Tivemos de voltar a entrar no jogo. Lutámos, sofremos e quero dar os parabéns a esta equipa. É um orgulho ser capitão. Nunca desistimos. Estamos de parabéns, não pelo resultado, mas pelo desempenho".

O SC Braga, reduzido a nove, falhou hoje o apuramento para as meias-finais da Liga Europa, ao perder por 3-1 com o Rangers, após prolongamento, em Glasgow, na segunda mão dos quartos de final.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.