Sem muitas palavras nas respostas aos jornalistas, o capitão Steffen Hofmann e o treinador Peter Pacult atribuem não só o favoritismo à equipa do FC Porto para o desafio desta quinta-feira, mas também a designação de “equipa mais forte do grupo”.

“É um clube que ocupa um bom lugar no campeonato português e que tem trabalhado muito para lá estar. Temos informação do FC Porto mas não temos medo. Nós estamos satisfeitos por esta aqui [fase de grupos da Liga Europa]”, disse Steffen Hofmann, em conferência de imprensa de antevisão do jogo, realizada no auditório do Estádio do Dragão.

O jogador Hulk, que tem estado em destaque nas competições nacionais, não assusta os austríacos, equipa que nunca conseguiu vencer em Portugal.

“Não temos medo dele, nem de nenhum jogador. No futebol não pode haver medo”, disse o técnico Peter Pacult .

“Naturalmente que desejo uma vitoria amanhã, no Estádio do Dragão, mas sabemos das dificuldades. O FC Porto é uma equipa muito difícil. Sabemos que tem bons avançados e a nós cabe-nos aproveitar os erros deles, temos de ser incisivos e rígidos”, acrescentou o técnico.

Este Rapid Viena não conta com Markus Heikkinen, um dos jogadores mais influentes da equipa austríaca e Pacult lamenta: “A sua ausência torna tudo mais complicado. Teremos de improvisar se for preciso.”

O FC Porto e o Rapid Viena defrontam-se na quinta-feira (20:05), no Estádio do Dragão, em encontro da primeira jornada do Grupo L da Liga Europa, que será arbitrado pelo escocês Douglas McDonald.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.