A imprensa turca foi unânime em agradecer o Fenerbahçe por ter levado as cores do país às meias-finais da Liga Europa em futebol, apesar da sua derrota e eliminação da prova, na quinta-feira, frente ao Benfica (3-1).
“Obrigada”, titulam a maioria dos jornais de Istambul no dia seguinte à derrota na segunda mão das meias-finais. “A pátria reconhece-vos” é a manchete do jornal de grande tiragem Haberturk, enquanto o seu grande rival, Hurriyet, titula “Nós amamos-vos”.
“Devemos agradecer ao Fenerbahçe e aos seus jogadores o prazer que eles ofereceram à Turquia. Eles restauraram a imagem do futebol turco e fez o nosso país ganhar pontos”, comentou o cronista desportivo Levent Tuzemen.
No entanto, a equipa não brilhou na quinta-feira no Estádio da Luz, em Lisboa, ao marcar um só golo de grande penalidade, desperdiçando a qualificação que tinha em mãos já que tinha ganho por 1-0 na primeira volta das meias-finais, disputada em Istambul.
“Nós não fomos capazes de dar tudo o que sabemos no ataque. E, na defesa, cedemos à pressão”, resumiu Hurriyet.
O Fenerbahçe esteve privado no jogo da segunda mão do médio português Raul Meireles, lesionado, assim como de Mehmet Topal e Pierre Webo, suspensos, jogadores que Levent Tuzemen considera que “formam o esqueleto” da equipa turca.
Apesar de não ter carimbado bilhete para a final, o Fenerbahçe “deu esperança para o futuro”, concluiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.