O Benfica despede-se, esta quinta-feira, da fase de grupos da Liga Europa sabendo que o apuramento para os 16 avos-de-final já está garantido, mas também que a liderança do grupo continua ao alcance.

Na conferência de antevisão do encontro na Bélgica, o treinador Jorge Jesus fez referência à segunda jornada da fase de grupos, em que os encarnados venceram por 3-0 os belgas.

"O nosso jogo na Luz foi um dos melhores que fizemos, vencemos por 3-0, o que deu a ideia de que esta equipa do Standard Liège não é muito forte, o que não é verdade, porque o futebol belga é muito forte. Tanto que algumas equipas estão a discutir o apuramento na Champions e na Liga Europa. Uma vez que já definimos o apuramento, não quer dizer que não entremos com o mesmo objetivo de ganhar, porque há vários fatores que nos podem favorecer, como ser o primeiro do grupo, independentemente de não acreditar que o Rangers perca pontos na Polónia. Temos de fazer a nossa obrigação, que é tentar ganhar para sermos primeiros. Se o formos, dá-nos hipóteses teóricas no sorteio. Acrescento a isso que vou aproveitar este jogo para lançar alguns jogadores que nunca jogaram", disse, esta quarta-feira, o técnico dos encarnados.

Jorge Jesus comentou ainda a diferença entre a situação do Benfica no campeonato português e na Liga Europa. Recorde-se que o emblema da Luz encontra-se no segundo lugar do Grupo D, com os mesmos pontos que o Rangers, a mesma posição que ocupa no campeonato português, com dois pontos de desvantagem para o líder Sporting.

“Está mais fácil na Liga Europa porque falta um jogo para definir o apuramento. No campeonato, faltam muitos jogos para definir a classificação. Estamos em segundo, a dois pontos do primeiro. É melhor estar em primeiro do que em segundo, mas não estamos numa situação difícil. Os objetivos estão equilibrados para o poder definir. Há três jornadas que não estamos em primeiro, mas em pouco tempo vamos voltar.”

O treinador do Benfica referiu ainda que a equipa ainda está “em fase de crescimento”.

“Essa afirmação foi feita com a consciência de que, se o Benfica não jogasse melhor do que no ano passado, não ia ganhar nada, tal como este ano não ganhou nada. Ainda não está a jogar o triplo. Num ou noutro jogo tem-no feito, mas não sempre. A equipa está numa fase de crescimento. Acredito plenamente que, com o desenrolar de todas as competições, o Benfica vai ter cada vez mais conhecimento do que a equipa quer e um rendimento melhor”.

Já apurado para a próxima fase, o técnico do Benfica refere que a partir daí começa uma "segunda Liga dos Campeões".

"Não tenho dúvida de que vamos ter que estar ao melhor nível para disputar as eliminatórias contra as grandes equipas que vêm da Liga dos Campeões. Vai deixar de ser uma Liga de Europa, vai ser uma segunda Champions. Vai ser uma competição muito difícil, porque as equipas fortes vão estar lá".

O Benfica é segundo no grupo D, com os mesmos 11 pontos dos escoceses do Rangers, mas tem desvantagem de golos no confronto direto, enquanto o Braga tem também os mesmos 10 pontos do que o Leicester, mas perde no duelo direto com os ingleses.

Na Bélgica, em Liège, o jogo do Benfica está agendado para as 17:55 (horas de Lisboa).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.