O Tottenham visita esta quinta-feira o reduto do LASK Linz para a 5ª jornada da Liga Europa e, na conferência de imprensa de antevisão, José Mourinho falou sobre os casos de Gareth Bale e Dele Alli.

Começando pelo galês, o treinador dos Spurs admitiu que "o único problema com ele é que tem de entrar na dinâmica e na confiança de jogar partidas consecutivas sem sentimentos negativos, sem se lembrar do passado recente em que as condições não eram as melhores e havia vários receios. Ele está a jogar com regularidade e pode evoluir fisicamente. Não precisa de evolução tática ou técnica. Só precisa de ter a confiança de fazer três jogos por semana de volta, é mais isso".

Já em relação a Dele Alli, Mourinho deixou um recado. "Aqueles que não estão a jogar tanto só têm uma coisa a pensar e fazer: demonstrar, nos minutos que têm, que deveriam estar a jogar. Não tenho qualquer problema com o Dele nem com ninguém. Os meus jogadores ficam felizes quando jogam, e infelizes quando não jogam, não os culpo por isso. Terão de aproveitarem cada minuto que têm para evoluir", salientou.

"Acima de tudo, o conceito é que a equipa é mais importante do que qualquer um de nós. Posso dar o exemplo do Ben Davies: frente ao Chelsea jogou 5 minutos e na época passada jogaria 90. Mas jogaria como se fosse os últimos 5 da sua carreira", rematou José Mourinho, que confirmou ainda que não vai contar com Kane, Reguilon, Vinícius e Lamela.

O encontro entre o LASK Linz e o Tottenham está marcado para as 17h55 desta quinta-feira. A equipa de José Mourinho apenas precisa de um ponto para garantir o apuramento para os 16 avos de final da Liga Europa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.